José Régio – Cântico negro   Leave a comment


José Régio 
reads his poem Cântico negro.

Cântico negro
”Vem por aqui” — dizem-me alguns com os olhos doces
Estendendo-me os braços, e seguros
De que seria bom que eu os ouvisse
Quando me dizem: ”vem por aqui!”
Eu olho-os com olhos lassos,
(Há, nos olhos meus, ironias e cansaços)
E cruzo os braços,
E nunca vou por ali…
A minha glória é esta:
Criar desumanidades!
Não acompanhar ninguém.
— Que eu vivo com o mesmo sem-vontade
Com que rasguei o ventre à minha mãe
Não, não vou por aí! Só vou por onde
Me levam meus próprios passos…
Se ao que busco saber nenhum de vós responde
Por que me repetis: ”vem por aqui!”?

Prefiro escorregar nos becos lamacentos,
Redemoinhar aos ventos,
Como farrapos, arrastar os pés sangrentos,
A ir por aí…
Se vim ao mundo, foi
Só para desflorar florestas virgens,
E desenhar meus próprios pés na areia inexplorada!
O mais que faço não vale nada.

Como, pois, sereis vós
Que me dareis impulsos, ferramentas e coragem
Para eu derrubar os meus obstáculos?…
Corre, nas vossas veias, sangue velho dos avós,
E vós amais o que é fácil!
Eu amo o Longe e a Miragem,
Amo os abismos, as torrentes, os desertos…

Ide! Tendes estradas,
Tendes jardins, tendes canteiros,
Tendes pátria, tendes tetos,
E tendes regras, e tratados, e filósofos, e sábios…
Eu tenho a minha Loucura !
Levanto-a, como um facho, a arder na noite escura,
E sinto espuma, e sangue, e cânticos nos lábios…
Deus e o Diabo é que guiam, mais ninguém!
Todos tiveram pai, todos tiveram mãe;
Mas eu, que nunca principio nem acabo,
Nasci do amor que há entre Deus e o Diabo.

Ah, que ninguém me dê piedosas intenções,
Ninguém me peça definições!
Ninguém me diga: ”vem por aqui”!
A minha vida é um vendaval que se soltou,
É uma onda que se alevantou,
É um átomo a mais que se animou…
Não sei por onde vou,
Não sei para onde vou
Sei que não vou por aí!

          *

Black Chant

Come this way” — some tell me with sweet eyes,

streching their arms to me, and sure

it would be good for me to hear them

when they tell me ”Come this way”!

I look to them, with loose eyes,

(there are, in my eyes, ironies and weariness)

And I cross my arms,

And never go through there…

This is my glory:

To create inhumanity!

Go along with no one.

— For I live with the same lack of will

with wich I tore my mother’s womb!

No, I won’t go through there! I’ll only go through where

my own footsteps lead me!

If for what I seek to know none of you can answer

why do you repeat at me ”Come this way”?

I prefer to slip on muddy alleys

Swirl in the winds,

Like rags, dragging their bleeding feet,

Than go through there.

If I came into the world, was

Only to deflower virgin forests,

And draw my own feet in the sand unexplored!

The most I do is worth nothing.

How, then, will you be,

Who give me axes, tools and courage,

For me to overcome my obstacles??…

Flows, through your veins, old grandparent’s blood

And you love what is easy!

I love the Far, and the Mirage,

I love the abyss, the torrents, the deserts…

Go! You have roads,

You have gardens, you have flower beds,

you have nations, you have cielings,

And you have rules, and treaties, and philosophers, and sages.

I got my madness!

I rise it, like a torch, burning in the dark night,

And feel foam and blood, and songs on the lips…

God and the Devil are the ones guiding me, no one else.

All had father, all had mother,

But I, who never begin or end,

Was born out of the love that is between God and the Devil.

Ah, no one give me pious intentions!

Nobody ask me definitions!

Nobody tells me: ”Come this way”!

My life is a storm broken loose.

It is a wave welling up.

It’s a extra atom that was excited…

I don’t know through where I’ll go,

I don’t know where I’ll go,

— I know I won’t go through there

Translation to English:
poetasandpoets.blogspot.se

Postat juni 26, 2012 av estraden i poets from other parts of the world

Kommentera

Fyll i dina uppgifter nedan eller klicka på en ikon för att logga in:

WordPress.com Logo

Du kommenterar med ditt WordPress.com-konto. Logga ut / Ändra )

Twitter-bild

Du kommenterar med ditt Twitter-konto. Logga ut / Ändra )

Facebook-foto

Du kommenterar med ditt Facebook-konto. Logga ut / Ändra )

Google+ photo

Du kommenterar med ditt Google+-konto. Logga ut / Ändra )

Ansluter till %s

%d bloggare gillar detta: